O que é o POS móvel e quais suas vantagens para prestadores de serviços automotivos?

Essas novas máquinas representam um ganho de eficiência nas operações de diversos estabelecimentos como estética automotiva, estacionamento e Valet.

O POS (Point of Sale) ou, em português, PDV (Ponto de venda) existe há um bom tempo no mercado. Muito presente em cinema, parque de diversões e até aeroportos. Porém, com o surgimento de computadores menores e móveis, como os Smartphones, surgiram suas versões portáteis e móveis que acrescentam outras características nas operações de diversos estabelecimentos, inclusive nos estacionamentos e estéticas automotivas.

Os POS, ou PDV’s, são compostos por um computador que normalmente aceita cartões de crédito ou débito e permite que o próprio cliente faça uma compra e receba um comprovante de compra. Isso mesmo, o famoso Terminal de Autoatendimento é um PDV, só que com o objetivo de venda, diferente de um caixa eletrônico de banco. Também serve para o próprio prestador de serviço fazer suas vendas e emitir os comprovantes para os clientes.

Com o POS, o estabelecimento ganha agilidade e mobilidade na operação. Os operadores podem se antecipar ao cliente, evitando filas, e consequentemente, melhorando a qualidade do serviço.

Além de permitir que mais de uma pessoa possa operar ao mesmo tempo, com a tecnologia nuvem permite centralizar e visualizar os relatórios a distância, pois o PDV é um Smartphone que se conecta com a internet móvel ou fixa (Wi-fi).

Vantagens para estacionamento e estética automotiva

Quanto custa uma obra para integrar um computador que faz entrada de veículo ao caixa de saída? Normalmente precisa de um ou mais cabos específicos que conectam, no mínimo, a 2 computadores e na maioria dos casos esse cabo precisa passar embaixo do chão, o que encarece a instalação.

Com o POS, apenas 2 máquinas e internet, ambos se conectam e ainda transmitem as informações para a nuvem de modo a gerir a distância as informações em tempo real do negócio. E se precisar ter mais pontos de entrada ou de saída, somente precisa de mais equipamentos sem custos de obra.

Os valores também são um ponto forte. Em média, custam R$750 contra um computador que custa, no mínimo, R$ 1.200 mais a impressora térmica de R$800,00, totalizando R$2.000,00 Economia de mais de R$1.200,00.

A Jump Park se integrou com o POS da Sunmi. Uma marca chinesa bem popular onde pode ser encontrada no Mercado Livre, por exemplo. Somos os pioneiros a se integrar com a Lio da Cielo. A diferença entre elas é que no modelo da Sunmi não aceita cartão, diferente da Lio que aceita débito e crédito.

Veja uma operação do POS da Sunmi com o sistema da Jump Park neste vídeo:

Uma desvantagem que percebemos é que se quebrar a impressora ou, o Smartphone, a máquina se torna inutilizável , pois a impressora somente se conecta com a própria máquina e não pode ser utilizada com outra mesmo se for o mesmo modelo. Também, desconhecemos assistência técnica especializada no Brasil dessas máquinas. Uma alternativa é comprar um Smartphone e impressora térmica Bluetooth que se integram. Porém, perde a praticidade de ter tudo em um único equipamento.

Em suma, os Point of Sale ou, Ponto de Venda, deixam a operação mais simples e prática. Com um investimento um pouco mais caro que comprar um Smartphone e impressora, em torno de R$200,00 a mais, já é possível adquirir um POS da Sunmi. Ou caso queira integrado com cartão de crédito, a Lio da Cielo. Ambos aceitam o sistema Jump Park para estacionamento, valet e estética automotiva.

14 de maio de 2019 - por Jump tecnologia